23.2 C
Campo Grande
domingo, 5 de dezembro, 2021
- Publicidade -

Hulk persegue 3ª dezena de gols para quebrar marca alcançada no Atlético-MG duas vezes no século

Com 24 gols na temporada, atacante já é o sétimo maior goleador do Galo no século; Ele é dúvida para o jogo contra o Cuiabá, neste domingo, com lesão na mão esquerda Jogo atrás de jogo, o atacante Hulk segue empilhando marcas expressivas com a camisa do Atlético-MG. O gol contra o Fortaleza, na última quarta, foi o 24º dele pelo clube, e o colocou um pouco mais próximo de uma marca expressiva com o manto alvinegro: alcançar 30 bolas na rede em uma única temporada, feito batido apenas duas vezes em todo o século XXI.
Notícias do Atlético
Hulk; Atlético-MG
Twitter Mineirão
Na história do clube desde 2001, apenas Fred e Diego Tardelli conseguiram superar a marca de 30 gols pelo Galo em uma única temporada. Em 2017, Fred balançou as redes exatamente 30 vezes. Já em 2009, Tardelli quebrou o recorde de artilharia do Galo no século, com impressionantes 42 gols em um único ano.
Com 24 gols em 54 partidas, Hulk tem média próxima de um gol a cada duas partidas (0,44). Se mantiver o índice, chegará exatamente aos 30 gols ao fim da temporada, já que o Galo tem, pelo menos, mais 13 jogos por fazer (isso sem contar as duas finais da Copa do Brasil, onde o clube tem vaga bastante encaminhada).
Diego tardelli fez 42 gols pelo Galo em 2009, artilheiro do século
Bruno Cantini
Mesmo se não fizer mais gols, o camisa 7 já tem seu nome marcado como uma das temporadas mais artilheiras do Galo nos últimos 10 anos. No período, a contar desde 2011, ele para Fred (30) e Robinho, que anotou apenas uma bola na rede a mais em 2016 (25).
Já no ranking do século, os 24 gols o deixam na sétima posição, atrás de Tardelli (42 – 2009), Fred (30 – 2017), Guilherme (28 – 2003), Obina (27 – 2010), Alex Mineiro (26 – 2004) e Robinho (25 – 2016).
Fred fez 30 gols pelo Atlético em 2017
Bruno Cantini
Dúvida para domingo
Hulk tem a chance de alcançar (ou até mesmo superar) Robinho já na partida desse domingo, às 16h (de Brasília), contra o Cuiabá. Mas para isso, terá de entrar em campo. Isso porque ele é dúvida porquê ainda trata uma lesão na mão esquerda, sofrida após um pisão na partida contra o Fortaleza, na última quarta.
O jogador foi examinado pelo departamento médico do clube na última quinta, e apesar de não ter tido uma lesão mais séria, seguirá em tratamento e como dúvida para o duelo contra o Cuiabá. A não escalação também pode ser estratégica, já que Hulk está pendurado e, se sofrer mais um cartão amarelo, pode desfalcar a equipe no confronto direto contra o Flamengo, no dia 30.
Momento do pisão na mão de Hulk, do Atlético-MG
Reprodução/TV Globo
Se não conseguir entrar em campo, o provável substituto é o chileno Eduardo Vargas, que voltou a entrar em campo com a camisa atleticano nessa quarta após ser desfalque nas últimas cinco partidas, com lesão no tornozelo esquerdo. Eduardo Sasha, que substituiu Hulk na semifinal, também é candidato à vaga.
Artilheiros do Atlético por temporada

Seja sócio e faça o Atlético ainda mais forte! – clique aqui

Fonte: Globo Esporte

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook