23.2 C
Campo Grande
domingo, 5 de dezembro, 2021
- Publicidade -

Outubro Rosa: PGE abraça o mês de combate ao câncer de mama e de colo do útero

Realizada anualmente, a campanha Outubro Rosa tem por objetivo divulgar informações sobre o câncer de mama e de colo do útero e fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para a prevenção da doença. Considerando que o diagnóstico precoce aumenta as chances de tratamento mais efetivo, a Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul (PGE/MS) aborda o tema encorajando as mulheres a terem autocuidado e a realizarem exames de prevenção.

Todo ano, no mês de outubro, a internet, as ruas, as fachadas de lojas, de instituições, tudo tem a cor rosa. Você pode se perguntar, por que todo ano é a mesma coisa? Toda essa divulgação serve para mostrar que o câncer de mama e de colo do útero ainda são os tipos que mais acometem mulheres em todo o mundo.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), para o Brasil foram estimados novos registros de 66.280 casos de câncer de mama e 16.710 casos de colo do útero para cada 100 mil mulheres.

Analisando o cenário de Mato Grosso do Sul as informações não deixam de ser alarmantes. A taxa estimada de casos novos é de 850 (mama) com incidência de 50,69 para cada 100 mil mulheres e 270 (colo do útero) com ocorrência de 18,28 também para cada 100 mil mulheres.

A doença é causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos e pode ser detectada em fases iniciais, aumentando assim a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com taxas de sucesso satisfatórias.

A procuradora-geral do Estado, Fabíola Marquetti Sanches Rahim, destaca a o interesse das mulheres em se autoconhecerem. “Enfatizo a importância de cada mulher ter atenção ao seu corpo, se olhar no espelho, observar, tocar as mamas, pois assim terá consciência corporal e notará qualquer mudança, podendo logo procurar um médico para manter uma boa saúde e, se for o caso, se tratar precocemente. Qualquer dor ou desconforto na região do ventre também é relevante para ir em busca de um especialista e fazer os exames que forem necessários. Nossa saúde é muita valiosa. Temos que estar bem, nos amarmos para cuidarmos de nós e daqueles que são especiais em nossas vidas”, afirma.

Karla Tatiane e Hanelise Brito
Foto: Freepik

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook