23.2 C
Campo Grande
domingo, 5 de dezembro, 2021
- Publicidade -

Você viu? Debandada na economia, lista de indiciados na CPI, morte em set de filmagem, espada das Cruzadas e nova descoberta na América

Uma seleção de reportagens publicadas no g1 com as notícias de 18 de outubro a 22 de outubro. Debandada no Ministério da Economia. O bolso do brasileiro e as perspectivas do cenário econômico. Tragédia em filmagem com disparo de Alec Baldwin. Morte de Colin Powell. Lista de indiciados em relatório final da CPI da Covid. A história da batata. As vítimas do negacionismo. Noiva sem motorista para o próprio casamento. A luta contra sedentarismo e a contagem dos passos.
Newsletter do g1: receba um resumo com as notícias do dia no seu e-mail
Debandada no Ministério da Economia
Quatro secretários do Ministério da Economia pediram demissão da equipe montada pelo ministro Paulo Guedes (veja quem são). Eles alegaram motivos pessoais, e a saída coincide com o momento em que o governo busca alterar regras fiscais para aumentar para R$ 400 o valor do novo Bolsa Família, o chamado Auxílio Brasil. É que, para permitir essa despesa, Guedes afirmou que estuda uma forma de alterar o teto de gastos (entenda o que é isso aqui).
E a permanência de Guedes? Segundo o blog do Valdo Cruz, apesar de Bolsonaro afirmar que ele fica, dois interlocutores do presidente estiveram recentemente em São Paulo sondando um nome para substituir o chefe da equipe econômica.
E no bolso do brasileiro…
Não foi só no meio político que a pauta econômica foi agitada. No dia a dia, o brasileiro sente no bolso os impactos da lenta retomada do crescimento. Em relação à carne, por exemplo, os preços até poderiam cair graças à suspensão da compra do produto brasileiro pela China e do aumento da oferta no mercado interno. No entanto, nas prateleiras dos mercados, a carne continua cara, mesmo após o preço do boi já ter caído no campo. Entenda aqui qual é a expectativa a longo prazo.
Para os combustíveis, o cenário não melhora: especialistas acreditam que eles podem encarecer ainda mais, e há até risco de desabastecimento. O dólar também continuou subindo, e a bolsa de valores teve nova queda. Os números preocupantes resultam do receio do mercado com a proposta do governo de furar o teto de gastos para pagar o Auxílio Brasil. Para quem quiser entender o programa, vale clicar aqui e saber quem vai ter direito a receber, quando o benefício vai ser pago e o que falta ser definido.
Tragédia no cinema
Halyna Hutchins, diretora de fotografia ucraniana, tinha 42 anos e uma carreira promissora. Ela trabalhava nas filmagens de “Rust”, um longa de faroeste, quando foi atingida por disparos de uma arma cenográfica. Quem apertou o gatilho foi o ator e produtor Alec Baldwin. Outro diretor, Joel Souza, também foi atingido e levado a um hospital, mas já teve alta.
Halyna Hutchins: quem era diretora morta por Alec Baldwin em set
O filme: “Rust” conta a história de Lucas (Brady Noon), um garoto de 13 anos que sai em fuga com seu avô, o já conhecido fora da lei Harland Rust (Baldwin), após ser sentenciado à forca pela morte acidental de um fazendeiro local.
Após morte, ator apaga foto em que aparece com mancha de sangue
Alec Baldwin disparou arma que matou mulher durante gravações de filme, diz polícia
A tragédia no set de “Rust” lembra incidente parecido ocorrido em 1993, durante as filmagens de “O Corvo”. Brandon Lee, filho de ator Bruce Lee, morreu após levar um tiro na barriga disparado por Michael Massee durante uma cena. A arma cenográfica devia estar carregada com bala de festim, mas havia duas balas na pistola. Relembre outros casos.
Lista de indiciados na CPI
Após mais de seis meses de depoimentos e investigações, foi concluído o relatório final da CPI da Covid. O parecer sugeriu o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro e mais 65 pessoas, incluindo nomes como Carlos Wizard, Luciano Hang, Eduardo Pazuello e Marcelo Queiroga (veja a lista completa aqui). Ao todo, o relator, senador Renan Calheiros, apontou 24 crimes, de charlatanismo a corrupção ativa.
Bolsonaro e Queiroga desdenharam do documento. Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente e também presente na lista de sugestões de indiciamento, imitou a gargalhado do pai ao comentar sobre o assunto. Assista:
Flávio diz que Bolsonaro receberia anúncio de indiciamento com gargalhada
Durante mais de meio ano de CPI, o Brasil assistiu de trocas de xingamentos a pedido de prisão, e até citações a Mia Khalifa. Relembre momentos marcantes aqui.
Leia a íntegra do relatório
Veja destaques do relatório final da CPI da Covid
Colin Powell
Primeiro negro a ocupar cargos de grande responsabilidade nos EUA, o general Colin Powell morreu aos 84 anos por complicações ligadas à Covid-19. Ex-secretário de Estado, Powell serviu como principal oficial militar e diplomata em governos de presidentes do Partido Republicano. No entanto, ele anunciou que votou no democrata Joe Biden nas últimas eleições. George W. Bush se disse profundamente triste com a morte de Powell.
“Ele era tão favorito dos presidentes que ganhou a Medalha Presidencial da Liberdade duas vezes. Ele era muito respeitado em casa e no exterior. E, o mais importante, Colin era um homem de família e um amigo”, disse. Leia repercussão.
Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre de Covid
De onde vem o que eu como
Quarto alimento mais consumido no mundo, depois de leite, trigo e arroz, a batata gerou muito rebuliço ao ser associada à bruxaria quando desembarcou na Europa, no século 16, trazida da América do Sul, por colonizadores. A Igreja escocesa, por exemplo, chegou a proibir o seu cultivo por não estar mencionada na Bíblia, sendo ainda acusada de propagar doenças. Centenas de anos depois, a história chega a ser cômica. Ninguém voa com batata, mas, quem diria, a ciência descobriu, no século 20, que o legume pode ser “plantado no ar”, em uma técnica chamada de aeroponia. É a vez da batata na série do g1 “de onde o que eu como”; leia mais sobre o alimento aqui.
Batata
Kukuvaja Feinkost/Unplash
Espada das Cruzadas
Mais de 900 anos. É o tempo que pode ter uma espada encontrada por um mergulhador em Israel. Segundo arqueólogos, o objeto, provavelmente, foi da época das Cruzadas. Incrustada por organismos marinhos, a espada foi reconhecida pelo formato da lâmina e do cabo após uma corrente subterrânea retirar parte da areia que a cobria.
Espada que pode ser das Cruzadas e ter mais de 900 anos é encontrada em Israel
Vikings na América antes de Colombo
Do outro lado do mundo, aqui na América, o achado histórico foi outro. Um estudo que analisou madeiras encontradas em um sítio arqueológico numa ilha do Canadá indicou ser possível provar que os vikings estiveram no continente norte-americano há exatos mil anos. Os escandinavos teriam, portanto, chegado ao novo mundo cerca de 500 anos antes de Cristóvão Colombo. Tudo indica que esse grupo fez uma ocupação breve e esporádica do local.

Sai da frente…
… Que atrás vem uma noiva. Ela não estava em fuga, mas precisou sentar no banco do motorista do próprio carro e dirigir apressada até a igreja. No altar, em Brasília, lá estava seu noivo, aflito, com medo de que a amada tivesse desistido do casamento. O motivo da pressa? A advogada Nathália Andrade se atrasou após ter mais de 20 corridas por aplicativo canceladas.
“O tempo foi passando, e estava com previsão de chuva. Pedimos os carros, e os motoristas foram cancelando. Tanto no meu celular, como no [celular] das madrinhas e no da cerimonialista. Ninguém conseguia carro”, contou a noiva.
Nathália precisou dirigir porque estava acompanhada de duas amigas de fora da cidade. Apesar do sufoco, a história teve final feliz e deu tudo certo na cerimônia.
Noiva tem mais de 20 corridas de aplicativo canceladas e dirige até o próprio casamento
Cada um no seu tempo
Por falar em casamento… No interior de São Paulo, Raquel e João Vitor Domingos, que celebraram a união com uma festa para 200 pessoas, usaram a criatividade para, digamos, evitar uma torta de climão entre os convidados na hora dos cumprimentos: fitinhas com cores indicando como cada um prefere o contato. Sem abraço? Vermelha. Amarelo para quem estivesse “médio confortável” e preferia ser consultado antes. E azul para quem já está mais à vontade.
“Nem todo mundo se conhece ou tem intimidade em uma festa grande, então a gente não queria que ninguém passasse o constrangimento de perguntar se podia dar um abraço, ou pior ainda, de ter que falar que não”, contou a arquiteta Raquel Cavalcante.
Casamentos adotam fitinhas para vetar ou liberar abraços
Arquivo pessoal
Vítimas do negacionismo
A mãe de Adriana Avanci, Maria das Graças, não acreditava na Covid-19 por causa de fake news. Quando a filha e, depois, ela própria ficaram doentes, Maria das Graças ignorou as orientações do médico, mentiu para a família e falou que não passava de uma gripe. Ela morreu sem acreditar que estava com a doença.
Ela falou: ‘Eles estão querendo me levar para a UTI, na UTI vão me matar. Eu vi no Youtube que eles matam as pessoas para depois falar que eu tenho Covid’, relatou Adriana.
Adriana foi uma das entrevistadas do g1 para a série de reportagens com histórias de pessoas que sofreram na pele as consequências do negacionismo e das fake news durante a pandemia.
Ela ignorou o médico, mentiu para a família e morreu sem acreditar que estava com Covid
Initial plugin text
Caso Gabby Petito
Chegaram ao fim as buscas por Brian Laundrie, que estava desaparecido havia cinco semanas e era considerado suspeito pela morte da influenciadora Gabby Petito, sua namorada. A polícia encontrou os restos mortais dele em um parque da Flórida, nos EUA. Embora formalmente não fosse tratado como acusado, Brian estava sendo investigado por ter usado o cartão de débito de Gabby após a morte dela, o que é considerado fraude.
Linha do tempo reúne o que se sabe sobre o caso
Gabby Petito desapareceu durante viagem com seu noivo, Brian Laundrie, cujo paradeiro é desconhecido
EPA via BBC
Sem Censo
Pelo menos por enquanto, o Brasil vai continuar sem Censo, que não aconteceu em 2020 por causa do começo da pandemia, nem 2021, por causa de corte de verba do governo. Agora, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cancelou o processo seletivo para a contratação de recenseadores e agentes censitários, já que o contrato com o Cebraspe, empresa que seria organizadora do processo seletivo, terminou e não foi prorrogado. Para 2022, o governo vai reservar cerca de R$ 2,3 bilhões para a realização da pesquisa depois de uma batalha judicial.
Agente do IBGE
Reprodução / FAEPE
10 mil passos ou meia hora de exercício?
Com a popularização dos smartwatches e das pulseiras fitness também se difundiu a ideia de que dar cerca de 10 mil passos diários é uma medida necessária para tornar uma pessoa mais saudável, priorizando assim a quantidade em vez do tempo de exercício físico. A medição da caminhada pode ser uma boa métrica para a saída do sedentarismo, mas não há consenso sobre a quantidade necessária de passos para cuidar da saúde. Pelas diretrizes mais recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre atividade física, o indicado é praticar 300 minutos de atividade física semanal de intensidade moderada (até uma hora de exercícios por cinco dias ou 40 minutos por sete dias) ou 150 minutos de atividade física intensa por semana, quando não tiver contraindicação. Quer saber mais sobre como manter o nível ideal de exercícios físico? Leia a reportagem completa.
Cuidadora humilhada ao pedir emprego
Marido sem trabalho, sustento via auxílio-desemprego e só itens básicos na lista de compras: assim tem sido a vida da cuidadora que foi humilhada devido a erros de português ao solicitar trabalho por mensagens no WhatsApp. Cristiane Barros, de 43 anos, enviou currículo para a atendente de um asilo. Após a mulher questionar o fato de Cristiane não ter procurado saber se estavam contratando no momento, veio a humilhação: “Seria bom você fazer um curso de português. Deve ser por isso que você não consegue uma vaga de trabalho”, escreveu a atendente. Após a repercussão do caso, a cuidadora chegou a receber ofertas de emprego no Rio e em São Paulo, mas não na cidade onde mora, Sorocaba, interior paulista. Contente com a generosidade de desconhecidos, ela segue esperançosa: “Estou muito feliz e muito agradecida. Ainda estou analisando as propostas. Aceitei a ajuda de refazer o currículo.”

Fonte: G1

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook