23.2 C
Campo Grande
domingo, 5 de dezembro, 2021
- Publicidade -

Com a mãe nas arquibancadas pela primeira vez, Formiga se emociona com adeus: “Noite perfeita”

Dona Celeste, superou o medo que tem de avião para prestigiar sua filha pela primeira – e última – vez na carreira. Despedida ainda teve homenagem de companheiras e Marta, que chegou de surpresa Formiga é homenageada na despedida da Seleção
Depois de 26 anos, 234 partidas e uma Era prestada a seleção brasileira de futebol feminino, a volante Formiga se despediu da amarelinha nesta quinta-feira, na vitória por 6 a 1 do Brasil sobre a Índia, na Arena da Amazônia, pelo Torneio Internacional de Futebol Feminino.
Além das homenagens de suas companheiras, adversárias e até da Rainha Marta, que chegou de surpresa para se despedir da amiga, a presença mais marcante foi de sua mãe, dona Celeste, que superou o medo que tem de avião para prestigiar sua filha pela primeira – e última – vez na carreira.
– Tenho nem palavras, de verdade. Para mim foi um dos maiores presentes ter minha mãe aqui nesse momento, vivendo isso. Eu sonhei tantas vezes com esse momento, e ele chegou. Comprei passagens tantas vezes, e ela sempre me enrolando – brincou.
Tudo que Deus faz, Ele faz perfeito. E hoje foi uma noite perfeita. Minha mãe está aqui, assim como minha sobrinha, meu empresário, e a única coisa que eu desejo é que minha mãe possa ter anos e anos ainda para que ela possa me acompanhar agora fora das quatro linhas.”
A camisa 8, que ao longo de seus 234 jogos, marcou 37 gols pelo Brasil, quer continuar ajudando de alguma forma, mesmo que seja fora das quatro linhas. Ela avisou a mãe que vai precisar se ausentar de casa por mais alguns anos devido a um propósito bem positivo.
– Meu desejo é continuar ajudando essas meninas. Ela sabe a dificuldade que eu passei, e que meu único desejo é continuar ajudando outras meninas, que passam tanta dificuldade no Brasil. Vou me ausentar por mais alguns anos fora de casa, mas ela sabe que é por um propósito bem positivo. Eu acredito que ela vai continuar me incentivando até o final – concluiu, emocionada.
Melhores momentos: Brasil 6 x 1 Índia, pelo Torneio Internacional de futebol feminino
Aos 43 anos, a volante tem um extenso currículo de serviços prestados à amarelinha, com 234 jogos e 37 gols marcados. Desde que o futebol feminino passou a integrar os Jogos Olímpicos, ela é a única jogadora que participou de todas as edições da modalidade, entre 1996 e 2020 (7 Olimpíadas).
Como campanhas de destaque pelo Brasil, Formiga conquistou três vezes os Jogos Pan-Americanos (2003, 2007 e 2015), faturou duas medalhas olímpicas de prata (2004 e 2008) e foi vice na Copa do Mundo 2007, na China

Fonte: Globo Esporte

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook