31.5 C
Campo Grande
quarta-feira, 19 de janeiro, 2022
- Publicidade -

Em meio a onda de calor, cidade argentina é invadida por besouros

Prefeitura ordenou apagar a iluminação pública para tentar enganar os insetos; há registro de danos em propriedades. Besouros invadem cidade argentina em meio a onda de calor em foto de janeiro de 2022
Reprodução/Twitter
Uma cidade da Argentina foi invadida por milhares de besouros em meio a uma onda de calor sem precedentes que atinge a região nesta semana.
Como medida para tentar reduzir os efeitos do ataque e tentar enganar os insetos, a prefeitura de Santa Isabel, na província de La Pampa, ordenou apagar a iluminação pública.
Compartilhe esta notícia por WhatsApp
Compartilhe esta notícia por Telegram
Segundo a imprensa local, há registro de danos em propriedades públicas e privadas, e dezenas de fotos nas redes sociais mostram os besouros acumulados em tetos e calhas da cidade.
Leia também:
Buenos Aires é atingida por blecaute em meio a onda de calor
Últimos 7 anos foram os mais quentes já registrados
Besouros invadem cidade argentina em meio a onda de calor em foto de janeiro de 2022
Reprodução/Twitter
“É impressionante a quantidade”, disse o chefe de polícia Omar Sabaidini ao site regional Info Huella. “Em alguns casos provocaram danos às construções, na delegacia estragaram a cobertura.”
A medida de apagar as luzes durante a noite é uma aposta de Cristian Echegaray, responsável pela administração local, após reunião com o corpo de bombeiros e polícia.
“Resolvemos apagar a iluminação pública porque esse inseto busca lugares iluminados”, justificou Echegaray ao Info Huella.
Besouros invadem cidade argentina em meio a onda de calor em foto de janeiro de 2022
Reprodução/Twitter
Cindy Fernández, funcionária do Serviço Meteorológico Nacional, comentou em sua rede social que os animais – chamados em espanhol de cascarudos – “são inofensivos”, mas que voam descontroladamente e saem trombando com força contra tudo o que estiver pelo caminho.
Os insetos, que pertencem à família Melolonthidae (Coleoptera), vivem parte de seu ciclo como larvas enterradas no solo, e no verão com temperaturas crescentes, os adultos vêm à superfície para iniciar sua reprodução – e depois morrem. Com as altas temperaturas deste ano, essa dinâmica foi alterada.
Onda de calor na América do Sul pode elevar temperaturas a quase 50 graus
Besouros invadem cidade argentina em meio a onda de calor em foto de janeiro de 2022
Reprodução/Twitter
A esperança da população de Santa Isabel, a 860 km de Buenos Aires, é de que os insetos comecem a evitar a área nos próximos dias, por conta da falta de iluminação.
O engenheiro agrônomo Gabriel Lara afirmou que os besouros – assim como outros insetos – são atraídos pela luz, no fenômeno conhecido como fototaxia.
Enquanto isso, moradores e autoridades locais passam o dia retirando os cascudos e enchendo caixas e carrocerias com milhares de besouros para retirá-los da área urbana.
Redução do lixo: França proíbe embalagens plásticas para frutas e legumes
Antártica: geleira gigante pode se desintegrar rapidamente, advertem cientistas

Fonte: G1

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook