26.8 C
Campo Grande
terça-feira, 4 de outubro, 2022
- Publicidade -

COM ENTREGA DE NOVAS MORADIRAS, 220 FAMÍLIAS DA CIDADE DE DEUS DEIXAM BARRACOS PARA VIVER COM DIGNIDADE

A chuva fina que caiu na manhã desta segunda-feira (08) não reduziu o entusiasmo de mais 18 moradores da antiga ocupação Cidade Deus, localizada na região do Bairro Dom Antônio Barbosa, que após 8 anos deixaram os barracos construídos com entulhos da construção civil, por casas de alvenaria, com todo acabamento adequado. “Estou vivendo um sonho após 8 anos de dificuldades, vivendo num barraco que molhava quando chovia, estragando nossas coisas”, relata emocionada a dona de casa Deise Campos Barbosa de Souza, 29 anos, uma das beneficiadas nesta etapa da entrega de casas no Residencial José Teruel. Cada unidade tem 46,07 m² de área construída, sala, dois quartos, banheiro e cozinha, além do acabamento, inclusive forro.

Com a entrega de hoje, 220 das 328 famílias da Cidade Deus já saíram dos barracos e estão morando em casas de alvenaria. Elas foram realocadas (136 para o Bairro Bom Retiro, 42 Parque dos Sabiás, 5 Jardim Canguru e 37 no Residencial José Teruel).  A prefeita Adriane Lopes esteve no Residencial José Teruel para a entrega simbólica do segundo lote que integra o projeto das 98 moradias planejadas para o residencial. Com as entregas de hoje o número de  famílias já atendidas  chega a 37 e restam 61 em construção numa parceria do Município com a Agência Estadual de Habitação. “Nossa expectativa é antecipar de dezembro para outubro a entrega de todas as casas e assim garantir a essas famílias melhores condições de vida”, comentou a Prefeita . Ela visitou várias residências, conversou com os moradores que levantaram cedo para tirar os pertences dos barracos e arrumar em suas novas casas.

A chefe do Executivo Municipal manifestou confiança de que nos próximos 60 dias, a Prefeitura “vai realizar o sonho da casa própria das 328 famílias que há 8 anos ocuparam esta área no Dom Antônio Barbosa na esperança de se fazer ouvir pelo poder público”. Em dois meses, a expectativa é que fiquem prontas as 80 casas ainda em construção no Residencial José Teruel e mais 47 no Jardim Canguru. Lá, das 52 moradias planejadas para o bairro, cinco foram entregues semana passada e ainda neste mês, outras 15 ficarão prontas.

Mudar para a casa nova aliviou um pouco a tristeza de dona Maria Aparecida Santos, 51 anos, ainda de luto pela morte do marido que faleceu na quinta-feira passada vítima de câncer. Ela e o companheiro falecido resolveram construir um barraco na área que deu origem à comunidade Cidade de Deus para ficar mais perto do trabalho – o antigo lixão onde ganhava a vida “garimpando” material reciclável para vender. Com a desativação do lixão, substituído pelo aterro sanitário, passou a trabalhar na cooperativa de reciclagem.

Histórico

As 328 famílias que ocupavam barracos na antiga comunidade Cidade de Deus foram realocadas para outros três bairros: desde julho do ano passado, 42 estão no Loteamento Parque dos Sabiás, porque as casas que receberam no Vespasiano Martins ofereciam risco de desabamento. Outro grupo, 136 famílias, recebeu casas no Bom Retiro, no Bairro Santa Luzia e 52 serão atendidas no Jardim Canguru. No Residencial José Teruel a estrutura das casas chegou a ser erguida, mas a ONG (Organização Não Governamental) contratada pela gestão anterior para fazer as moradias abandonou as obras.

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook