26.8 C
Campo Grande
terça-feira, 4 de outubro, 2022
- Publicidade -

ESCOLA AGRÍCOLA DA REME GARANTE PRÁTICA E FORMAÇÃO TÉCNICA PARA ESTUDANTES

Foto: Diogo Ajala

ESCOLA AGRÍCOLA DA REME GARANTE PRÁTICA E FORMAÇÃO TÉCNICA PARA ESTUDANTES

Aulas práticas no campo, horta, pomar, além dos cuidados com bovinos, suínos e aves. É assim o dia a dia na Escola Municipal Agrícola Governador Arnaldo Estevão de Figueiredo, localizada na MS-040 – na região das Três Barras -, que atende 400 alunos do 1° ano do ensino fundamental ao 3° ano do ensino médio.

Com ensino regular aliado às práticas na agricultura e pecuária, a unidade escolar funciona em uma propriedade de 172 hectares, 60 deles totalmente preservados com 40 hectares de Área de Preservação Permanente (APP) e 20 de mata ciliar no entorno do córrego Rabicho, ambos de Cerrado nativo. 

A unidade escolar atende 400 estudantes em período integral, 120 deles cursam o ensino médio e também fazem o curso técnico agrícola. “Nós preparamos esses jovens para ingressar no curso superior, muitos procuram fazer faculdade na área. Mas nossos alunos que concluem o ensino médio, já saem preparados para o mercado de trabalho”, explicou a diretora Maria Kátia da Silva.

Para que os alunos tenham conhecimentos teóricos, algumas das disciplinas são específicas para atuação no campo como agricultura, silvicultura (estudo da regeneração e melhoramento florestal), nutrição animal, topografia, empreendedorismo e administração rural, fertilidade e fertilizantes, entre outras como a produção de queijo e outros derivados do leite. “Também temos o meliponário, que são as abelhas sem ferrão, suinocultura, aviário, horta medicinal, pomar e aquaponia, que é um método de produção de alimentos associado com a criação de peixes e aqui temos tanques de tilápias”, explicou a diretora.

ATUAÇÃO

ESCOLA AGRÍCOLA DA REME GARANTE PRÁTICA E FORMAÇÃO TÉCNICA PARA ESTUDANTES

Uma das práticas que teve início este ano junto aos alunos é a inseminação artificial bovina. “A prática é essencial para o que aluno aprenda e chegue ao mercado de trabalho. Estamos começando a ensiná-los a fazer a inseminação bovina, e sempre é feito com todo o acompanhamento”, explicou o médico veterinário e professor da unidade, Oberdan Tenório. O planejamento é que ainda em 2022, também terá início pela primeira vez a inseminação artificial suína. 

A escola, que possui 50 bovinos, 200 aves e 50 porcos, tem tradição na Rede Municipal de Ensino (Reme) em relação à criação de animais, prática que contribui para o ensino e aprendizagem no curso de formação de técnico agrícola. Desde 2020, com a utilização de novas técnicas na área da pecuária como a reprodução com uso de inseminação artificial, a escola conseguiu fazer a reprodução de bezerros com melhorias genéticas. A unidade agrícola é a única da Reme com ensino médio e formação técnica. 

A aluna do 3º ano do ensino médio, Alice Andrade Lira, 16 anos, foi a primeira a realizar a técnica na escola. “É um privilégio poder aprender dessa forma. Eu gosto da prática com os animais e tudo que envolve o manejo. E por isso quero fazer medicina veterinária. Acredito que quando eu iniciar, já terei um conhecimento maior, justamente por ter a oportunidade de estudar numa escola agrícola”.

ESCOLA AGRÍCOLA DA REME GARANTE PRÁTICA E FORMAÇÃO TÉCNICA PARA ESTUDANTES
Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -
Comentários do Facebook