20.7 C
Campo Grande
domingo, 4 de dezembro, 2022
- Publicidade -

Sul-Fronteira, BR-419, segurança: prioridades da Bancada para MS no orçamento de 2023

Os parlamentares de Mato Grosso do Sul reuniram-se no gabinete da coordenadora da bancada, senadora Simone Tebet, nesta quarta-feira (09), para decidir a destinação dos recursos ao projeto de lei orçamentária de 2023.

Ao todo são 15 emendas de bancada no montante total de R$ 285 milhões de reais. Dessas, foram de destinação obrigatória valores para garantir a continuidade das obras da Sul-Fronteira, BR- 419, do Aeroporto de Dourados, do Anel Rodoviário de Três Lagoas, e investimentos para a área de segurança pública. Além delas, as universidades Estadual (UEMS), Federal (UFMS), Universidade da Grande Dourados e o Instituto Federal (IFMS) serão contemplados. A única cidade a receber recursos da bancada será Campo Grande, com R$ 30 milhões.

Além das emendas de bancada, cada senador e deputado apresentam cerca de R$ 19 milhões em emendas individuais. Metade deste valor é obrigatoriamente destinado à saúde. Ao todo, reunindo os montantes das emendas de bancada e individuais, o Mato Grosso do Sul terá cerca de R$ 500 milhões no orçamento do próximo ano. As emendas devem ser apresentadas à Comissão Mista de Orçamento até o dia 14 de novembro.

Ao final da reunião, a senadora Simone Tebet comentou a importância do Mato Grosso do Sul para o Brasil. “Campo Grande e MS são estratégicos, temos grandes empreendimentos chegando, somos um canal de escoamento da produção com a Bioceânica. Então, nós somos importantes para o Brasil. O País vai saber retribuir por meio dos recursos necessários”. Ela ressaltou ainda que a reunião foi muito boa. “A bancada é sempre muito unida e a decisão foi tranquila. O fato de o governador ter eleito seu sucessor facilita. Então, Reinaldo falou em nome de Riedel e Riedel falou em nome de Reinaldo e ambos falaram em nome de Mato Grosso do Sul”, finalizou.

Pela manhã, a senadora havia recebido o atual governador Reinaldo Azambuja e o governador eleito Eduardo Riedel para tratar das demandas do Estado sobre o orçamento.

Reinaldo destacou que as prioridades elencadas contemplaram as necessidades do planejamento estratégico do estado, bem como as demandas para habitação, agricultura familiar, comunidades tradicionais, “todas atendidas pela bancada”. Para Azambuja, a transição será tranquila e houve sintonia entre as prioridades do Estado e as da bancada, no intuito de dar continuidade ao desenvolvimento de políticas públicas em MS.


*Valores*


R$ 21 milhões – Anel Rodoviário de Três Lagoas
R$ 3,4 milhões para reforma e aparelhamento de aeroportos em Dourados
R$ 51 milhões para BR-419/MS, construção do trecho entre Rio Verde e Aquidauana
R$ 78,4 milhões para o Projeto Sul-Fronteira
R$ 10 milhões para Segurança Pública

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -