22.8 C
Campo Grande
terça-feira, 16 de abril, 2024
- Publicidade -

MS teve 3.205 ataques de escorpiões em 2022; Civitox ensina prevenção e o que fazer em caso de ferroada

Todos os anos, milhares de pessoas são ferroadas por escorpiões em Mato Grosso do Sul. Em 2022, foram 3.205 ataques registrados, 1.101 em Campo Grande. 

Para evitar novos casos, o Civitox (Centro Integrado de Vigilância Toxicológica) recomenda uma série de medidas como manter os terrenos limpos, retirar entulhos, deixar o ambiente sempre limpo, livre de insetos e ratos e evitar o acúmulo do lixo doméstico e material de construção.

“Recomendamos também fechar os ralos, colocar o veda porta e telas nas janelas, ter cuidado com a caixa de brinquedo das crianças e verificar calçados, roupas e toalhas antes de usar”, explica Maria Lúcia Ferreira.

A funcionária do Civitox conta que em caso de acidentes é recomendável lavar o local com água e sabão e ir para a unidade de saúde mais próxima. Os sintomas podem ir de dor local e dormência a salivação, vômito, fraqueza, convulsões, batimentos do coração lentos, dificuldade respiratória e choque.

Atuando desde 1981, o Civitox, que é um setor da SES (Secretaria de Estado de Saúde), é composto por médicos, médica veterinária, biólogos e enfermeiro. A equipe oferece capacitação para profissionais e orientação, informação, consultoria e diagnóstico contribuindo com o tratamento dos casos relacionados às intoxicações (envenenamentos) em humanos e animais.

Serviço – Em caso de dúvidas, os telefones do Civitox são (67) 3386-8655, 0800-722-6001 e 150.

Comentários do Facebook

Confira também

- Publicidade -

AS MAIS LIDAS

- Publicidade -
- Publicidade -